Cuidado! Nova pesquisa NÃO prova que o produto químico DEHP causa diabetes em adolescentes!

0
Compartilhe!

Muitos veículos de mídia tem propagado a notícia falsa de que uma nova pesquisa associou o DEHP ao diabetes juvenil. O Diabeticool explica direitinho o que está acontecendo!

Embalagens plásticas no supermercado: um perigo oculto à saúde?

Embalagens plásticas no supermercado: um perigo oculto à saúde?

A notícia é recente e já causou estardalhaço na mídia internacional (e logo, logo chega por aqui também). Ela é apresentada sob basicamente os mesmos termos: pesquisa publicada na edição do dia 19 de agosto do periódico científico Pediatrics prova que o DEHP, um produto químico muito utilizado em garrafas plásticas e em latinhas de alimentos, causa diabetes em adolescentes. Portanto, seria indicado que pessoas jovens evitem consumir alimentos industrializados, aqueles vendidos neste tipo de embalagem.

Mas será que é isto mesmo?

A resposta é um sonoro “não“. Repórteres preguiçosos e sem comprometimento com a realidade (porém amantes do sensacionalismo) tem vendido a idéia falsa de que a tal pesquisa provou que o DEHP leva ao diabetes. Não é bem assim.

O estudo científico, conduzido pelo dr. Leonardo Trasande, da Escola de Medicina da Universidade de Nova Iorque, e colegas, analisou dados coletados pelo serviço de saúde pública dos EUA de 2003 a 2008. O foco do estudo foram as informações de cerca de 800 adolescentes, de idades entre 12 e 19 anos.

Leonardo e seus colegas buscaram uma correlação entre a quantidade de DEHP ingerida – medida através da quantidade da substância encontrada na urina dos pacientes – e a resistência à insulina, sintoma que é um prenúncio do diabetes.

Segundo os resultados do experimento, os adolescentes que apresentaram as maiores taxas de DEHP tiveram 50% mais chances de desenvolver resistência à insulina, e portanto diabetes.

 

COMENTÁRIOS CURIOSOS

Comentando o achado, Trasande disse: “Há uma preocupação crescente de que produtos químicos presentes no ambiente possam contribuir independentemente para doenças da infância relacionadas à epidemia de obesidade. Nossa pesquisa intensifica estas preocupações.”

O cientista foi mais longe e disse que todos devem evitar plásticos que contenham DEHP. E mais: “Eu recomendo às pessoas que não lavem recipientes plásticos na lavadoura de louças. Quando o plástico estiver rachado ou danificado, é hora de jogá-lo fora”.

O BPA, produto químico da mesma família do DEHP, já foi banido de diversas embalagens plásticas lá fora.

O BPA, produto químico da mesma família do DEHP, já foi banido de diversas embalagens plásticas lá fora.

 

A VERDADE NA POLÊMICA

Alguns fatos. Em primeiro lugar, a pesquisa não prova que o DEHP causa resistência à insulina nem diabetes. A correlação encontrada, apesar de fraca, pode simplesmente indicar que os adolescentes que consumiam mais comida industrializada (e que é vendida em embalagens contendo DEHP) tinham mais chances de ter diabetes – e isto não é novidade para ninguém! Outra explicação possível é que a resistência à insulina leve a pessoa a expelir mais DEHP do que o normal via urina.

O segundo fato é que, apesar dos pesquisadores afirmarem em entrevistas que seus dados não provam uma relação de causa e efeito entre o DEHP e a resistência à insulina, eles não se cansam de assustar a população avisando do ‘enorme’ perigo que as embalagens plásticas apresentam à saúde. Ora, se nenhuma correlação foi provada, de que perigo eles estão falando?

Mais parece que os pesquisadores pretendem causar polêmica, gerando interesse em sua pesquisa. Jornalistas aproveitam a deixa e, acriticamente, inventam manchetes sensacionalistas e mentirosas. No final das contas, melhor é ficar do lado da Ciência: não, o DEHP, até onde se sabe hoje, não causa diabetes nem resistência à insulina, seja em adolescentes, seja em qualquer pessoa.

 

Compartilhe!