Como a empresa onde você trabalha pode te ajudar a perder peso

0

Pesquisa revela que a participação de funcionários em programas de bem-estar no trabalho ajudam a reduzir em até 10% o número de pessoas acima do peso nas empresas.

ficar saudavel no trabalho diabetes

Exercitar-se (nem que seja um leve alongamento) pode ser uma tarefa feita durante o horário comercial – basta que a empresa estimule hábitos saudáveis de vida.

Um dos motivos principais por trás da recente epidemia mundial de diabetes é o sobrepeso. Nas últimas décadas, o número de pessoas acima do peso ou obesas disparou – em alguns países, como os Estados Unidos, 70% da população já se encontra acima do peso. O excesso de quilos aumenta em muito as chances de desenvolvimento do diabetes, especialmente do tipo 2.

Neste cenário, tudo o que ajuda a perder peso é bem visto. E talvez uma das maneiras mais eficientes de controlar melhor a balança seja estimular hábitos saudáveis de vida em todos os momentos do dia – inclusive durante o trabalho.

Para quem passa o dia em escritórios, a rotina cotidiana costuma ser sedentária. Ficar várias horas do dia sentado, sem praticar atividades físicas e ainda tendo que conviver com as guloseimas hipercalóricas e nada saudáveis das cantinas são um perigo à saúde.

Por isso, cada vez mais as empresas adotam programas educativos e preventivos para melhorar a saúde dos funcionários, como oferecer refeições saudáveis ou em menores porções e estimular a prática de exercícios. A idéia é aumentar a produtividade, diminuir o número de dias de doença e reduzir os custos com planos de saúde. A questão é: será que ficar saudável no escritório dá certo?

 

UM POUQUINHO DE ATIVIDADE, MUITA SAÚDE A MAIS

Uma pesquisa publicada no American Journal of Public Health mostra o impacto positivo deste tipo de programa na saúde das pessoas. De acordo com o estudo, empresas que promovem atividades físicas e oferecem opções saudáveis de alimentos conseguem diminuir em até 10% o número de funcionários acima do peso.

O estudo foi conduzido por pesquisadores da Universidade de Rochester, nos EUA, e acompanhou a saúde de 4 mil pessoas ao longo de dois anos. Os cientistas compararam parâmetros de saúde de funcionários de empresas que não promoviam nenhum tipo de programa em prol da saúde e daquelas que os auxiliavam a melhorar a qualidade de vida.

Em dois anos, nas empresas sem nenhum programa saudável, o número de trabalhadores acima do peso subiu 5%. Naquelas em que havia programas alimentares e de exercícios físicos, este número caiu 4%. Ou seja, além de prevenir o sobrepeso, ainda ajudaram as pessoas a emagrecerem de fato.

 

malabarismo no trabalho

Não precisa fazer contorcionismos: às vezes o simples ato de levantar-se da cadeira e caminhar um pouco ajuda a melhorar a postura e o funcionamento do corpo.

ESTÍMULO À PARTICIPAÇÃO DOS FUNCIONÁRIOS É FUNDAMENTAL

As empresas que tiveram maior sucesso no controle do peso dos funcionários foram aquelas que ativamente incentivaram a participação dos trabalhadores na organização das atividades saudáveis. Nestes locais, os funcionários puderam opinar, por exemplo, sobre a qualidade e o sabor dos alimentos saudáveis oferecidos e sobre quais esportes teriam torneios dentro da empresa.

Outra estratégia de sucesso foi oferecer refeições gratuitas àqueles que evitaram comidas repletas de gorduras e açúcares durante a semana.

 

PRIMEIROS PASSOS PARA LOCAIS DE TRABALHO MAIS SAUDÁVEIS

Diana Fernandez, médica e professora no Departamento de Ciências da Saúde Pública em Rochester e principal autora do trabalho, comentou: “Este estudo mostra que, quando os funcionários são incentivados a contribuir com os programas de bem-estar, eles resultam em melhoras significativas à saúde”.

“Tais observações podem ajudar a moldar programas de combate à prevalência de obesidade e sobrepeso em larga escala”, disse a cientista.

 

Compartilhe!