Calcule as chances de um bebê ser uma criança obesa

0

A obesidade é um dos maiores fatores de risco para uma variedade de doenças, inclusive o diabetes. Um nova calculadora online permite inferir se um bebê será uma criança acima do peso.

A obesidade infantil é um fenômeno cada vez mais comum no mundo inteiro, independente da situação econômica do país. Especialistas em saúde preocupam-se com este fato, uma vez que crianças acima do peso são muito mais propensas a desenvolver doenças cardiovasculares, pressão alta e diabetes tipo 2. Em vista disto, cientistas do Imperial College, em Londres, desenvolveram uma calculadora online que deve ajudar os pais a estimar as chances de seu bebê ser uma criança “fofinha”.

Para desenvolver a calculadora, os pesquisadores utilizaram os dados de uma pesquisa iniciada em 1986 e que continua até hoje. Esta pesquisa acompanha a vida de 4000 bebês nascidos na Finlândia naquele ano e tenta entender quais fatores mais influenciam para que as crianças tornem-se obesas. São tantos fatores potenciais – desde os genéticos até os ambientais – que foi difícil determinar quais realmente tinham peso na saúde dos pequenos.

“Nós estávamos basicamente olhando para correlações entre diferentes fatores, como todos eles se interligavam e qual era o valor preditivo nesta análise”, afirma Marjo-Riita Jarvelin, uma dos autoras do estudo. “Quando adicionamos um fator extra, ele melhora o modelo? Se você adicionar o IMC do pai, o modelo fica melhor? Daí, quando você adiciona o [fator]tabagismo materno, o modelo melhora de novo? E assim por diante, e assim por diante. Eventualmente, você vai chegar a uma situação em que a adição de algo como a idade materna não melhora o modelo. Trata-se de inclusão e exclusão.”, explicou a cientista.

Desta maneira, após muitas e muitas análises estatísticas, a equipe britânica chegou a 6 fatores que, segundo eles, permitem predizer com 85% de certeza as chances de um bebê tornar-se uma criança obesa. São eles: IMC do pai e da mãe, número de pessoas que moram na mesma casa, categoria profissional da mãe, tabagismo durante a gravidez e peso do bebê ao nascer. Lembrando que o IMC é o índice de massa corporal, calculado dividindo-se o peso (em kg) pelo quadrado da altura (em metros) – ou então, bem mais simples, acessando o site Cálculo IMC!

O Diabeticool oferece uma tradução das categorias da Calculadora Online. Clique na imagem para baixá-la em maior qualidade!

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O SITE DA CALCULADORA ONLINE!

Algumas considerações importantes

A calculadora foi desenvolvida com base em informações de crianças européias. Isto significa que os dados não necessariamente funcionem em crianças brasileiras ou norte-americanas, por exemplo (os EUA já tem sua própria fórmula para calcular os riscos de obesidade infantil).

Além disso, vale a pena notar um detalhe: muita gente costuma dizer que uma criança é obesa por “motivos genéticos”, ou “porque os pais eram obesos, a criança nasceu já “gordinha””. Parece que não é bem assim. De acordo com os especialistas, fatores genéticos respondem por muito pouco no peso de uma criança. “Variantes genéticas não se mostraram importantes, em nível populacional, para ajudar a explicar a obesidade comum em uma população.”, garantiu Jarvelin.

Como interpretar os resultados

Os pesquisadores ingleses por trás da calculadora argumentam que é muito difícil fazer com que uma criança de 6 ou 7 anos obesa perca peso. Possivelmente, ela será um adulto também acima do peso. Por isso, a calculadora pode ajudar os pais na prevenção. Caso o resultado do cálculo seja um número alto, como 70%, os pais devem prestar muita atenção à saúde do filho, educando-o para que se alimente bem e para que pratique constantemente exercícios físicos. Sua saúde, no futuro, agradecerá.

 

Compartilhe!