O que podemos esperar da nova leva de glicosímetros

1

O novo medidor de glicemia “MyStar Extra” oferece uma prévia do que podemos esperar destes aparelhos no futuro próximo.

mystar extra glicosimetro diabetes

O avançado aparelho “MyStar Extra” chegou este mês às lojas na Europa.

Sempre divulgamos aqui no Diabeticool notícias sobre futuros lançamentos de glicosímetros e demais aparelhos que ajudam a vida de quem está com diabetes. Muitas vezes, estes anúncios se referem a equipamentos médicos que chegarão aos mercados dentro de muitos anos – como é o caso dos pâncreas artificiais -, ou então dentro de um ou dois anos – como o novo bafômetro da Toshiba sobre o qual escrevemos esta semana.

Mas e os lançamentos mais recentes, aqueles que poderão chegar aqui ao Brasil nos próximos meses? O que podemos esperar da nova leva de glicosímetros?

Uma novidade recém-lançada na Europa ajuda a responder esta questão. A farmacêutica Sanofi começou a vender por lá o medidor de glicemia MyStar Extra, apresentado ao mundo pela primeira vez em Outubro do ano passado em uma reunião da Associação Européia para o Estudo do Diabetes.

A grande novidade do aparelho é uma tecnologia inovadora capaz de prever os valores de hemoglobina glicada. Outros glicosímetros à venda já fazem esta predição, porém o MyStar Extra trabalha de uma maneira diferenciada e, segundo o fabricante, muito mais precisa.

mystar extra diabetes

A forma tradicional que os glicosímetros usam para calcular as taxas de HbA1c é através de uma média simples dos valores de glicemia registrados. Porém, se a pessoa fizer medições com números de glicemia muito altos ou muito baixos dentro de um curto espaço de tempo, o cálculo fica comprometido. O MyStar leva em consideração o tempo entre uma medicação e outra para evitar este erro, além de considerar que tipo de refeição a pessoa ingeriu (se foi café da manhã, almoço, lanche ou jantar).

Além disso, o aparelho calcula uma média da glicemia de jejum dos últimos 3 dias e indica visualmente, através de setinhas no visor, se a tendência desta glicemia é subir ou descer. Com isto, fica fácil para o diabético acompanhar como modificações na dieta alimentar ou no estilo de vida estão afetando as taxas de açúcar do seu sangue.

O MyStar Extra está à venda, por enquanto, apenas na Europa e deve chegar em breve aos EUA. Se seguir a tendência observada nos últimos anos, só depois de ser aprovado na América do Norte é que podemos torcer para que chegue aqui no Brasil.

 

Compartilhe!
  • Gilbero Cardeal

    Quero saber se a medição média de 30 dias no meu caso 130, dá pra viver sem remédio