Como era gostoso babar na poltrona, na frente da TV, comendo batata frita…

0

Pesquisas apontam que sedentarismo causa 10% das mortes no planeta, gera doenças como o diabetes e deve ser encarado como uma nova pandemia.

crédito da imagem: cnn.com

A conclusão é de uma série de estudos publicada esta semana no respeitadíssimo periódico médico The Lancet. Cientistas de Harvard, por exemplo, descobriram que a inatividade crônica aumenta em muito as chances de desenvolvimento de doenças coronárias, diabetes tipo 2 e cânceres de cólon e de mama. Estes problemas de saúde teriam matado mais de 5.3 milhões de pessoas no mundo em 2008 apenas.

Um dos pontos que mais gerou controvérsia no estudo é o de que 10% da população do planeta morre devido à falta de exercícios físicos e de seus problemas decorrentes. Com números nessa cifra, o sedentarismo se equipara ao fumo e à obesidade em quantidade de falecimentos. Ou seja, deveria ser, ele também, tratado como uma pandemia.

Caso as taxas de inatividade ao redor do globo caíssem apenas 10 ou 20%, cerca de 500 mil ou até 1,3 milhão de vidas seriam salvas por ano. Além disso, a expectativa de vida global aumentaria em um ano.

Continue lendo a matéria aqui!

 

A prática de exercícios físicos, mesmo os mais levinhos e moderados, sempre ajudou diabéticos a melhorarem sua qualidade de vida. Além de ajudar a queimar calorias e fortalecer os músculos, auxilia no controle glicêmico e na sensação de bem estar geral. E, claro, não apenas diabéticos podem se aproveitar desta prática: esporte faz bem para todos! Especialmente os mais jovens, vidrados nas tecnologias passivas de hoje em dia, têm de aprender esta importante lição. A pesquisa do post foi comentada em reportagem do Jornal Nacional do dia 17.7.12. O link para o vídeo está logo abaixo!

Compartilhe!