Home Política & Dinheiro Mudanças na cobertura dos planos de saúde

Mudanças na cobertura dos planos de saúde

Governo brasileiro pretende dar uma forcinha para que planos de saúde forneçam medicamentos para pacientes crônicos, como diabéticos.

De acordo com a lei brasileira, as operadoras de planos de saúde não são obrigadas a fornecer medicamentos para pacientes com doenças crônicas – aquelas que perduram durante muito tempo. Agora, a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) estuda incentivar os planos a fornecer estes medicamentos para pessoas com diabetes, hipertensão, asma brônquica, doença pulmonar obstrutiva crônica, insuficiência coronariana e insuficiência cardíaca congestiva. A intenção, segundo o governo, é “reduzir o sub-tratamento das patologias de maior prevalência na população (…), bem como deixar claras as regras para que o beneficiário entenda de que forma se dará a oferta”.

Vai valer a pena?

A maneira pela qual se dará este incentivo do governo à mudança nos planos de saúde ainda está em aberto. Se eventualmente os planos tiverem de prover os remédios, certamente os custos serão repassados aos usuários em suas mensalidades. Portanto, é de se esperar que o governo ofereça incentivos financeiros para que a mudança tenha efeito. Quem quiser opinar pode enviar suas sugestões para o site abaixo, a partir do dia 4 de setembro até 3 de outubro.

Clique aqui para acessar o site da consulta pública da ANS!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também!

COVID-19 severa e diabetes: o que os médicos estão dizendo sobre tratamentos?

Desde o início da pandemia do novo coronavírus, sabe-se que há alguns grupos de risco espe…