Um problema esquecido

0

Hipoglicemia, perigosa condição que afeta cerca de 40% dos diabéticos, é tão pouco discutida que nova campanha pretende trazê-la à luz.

O projeto é encabeçado pela médica britânica Sarah Jarvis, que afirma que muitos diabéticos se esquecem de que existe algo como pouco açúcar no sangue – a hipoglicemia – e que não deveriam se acanhar na hora de perguntar a seus médicos sobre tudo o que pode acontecer com seu corpo enquanto se está com diabetes. Geralmente as pessoas associam diabetes com hiperglicemia (e isto está correto, pois são as altas taxas de glicose na corrente sangüínea que caracterizam a doença), porém a baixa perigosa da glicemia também pode acontecer, devido a refeições “puladas”, parca ingestão de carboidratos, exercícios físicos fortes demais e ingestão de álcool em jejum. A hipoglicemia é percebida por dificuldades no raciocínio, na fala e na movimentação, além de ansiedade, palpitações, tontura e suor excessivo.

Sarah lançou a campanha “Say No to Hypos” (algo como “Diga não à Hipo(glicemia)”), com o apoio da farmacêutica Merck Sharp & Dohme. Um site já está no ar, repleto de informações valiosas sobre a condição: o que é, quais as características, como tratá-la e evitá-la. Recém-lançada, a página pretende conseguir pelo menos dois mil apoiadores em uma petição online para que o sistema de saúde britânico dê mais atenção à hipoglicemia, especialmente através da conscientização dos diabéticos de que ela existe!

Acesse o site da campanha aqui!

 

 

Compartilhe!