Hemoglobina Glicada (glicosilada)

Você sabe o que é a hemoglobina glicada (também chamada de hemoglobina glicosilada ou HbA1c) e qual a relação dela com o diabetes?

 

Quando o médico pede para fazer um exame de hemoglobina glicada, muita gente se assusta. O nome estranho faz parecer algo muito mais complicado do que, na verdade, é! Vamos entender o que é esta tal de hemoglobina e por que o teste é muito importante para quem está com diabetes.

A hemoglobina é o componente do sangue que, além de deixá-lo com a cor vermelha característica, possui a importantíssima função de transportar oxigênio pelo corpo. Após inspirarmos, são as hemoglobinas que vão carregar o oxigênio dos pulmões a todas as células do nosso organismo.

hemoglobina glicada diabetes

A hemoglobina faz parte das células vermelhas do sangue (as hemácias), dando cor a elas, transportando o oxigênio do ar e, eventualmente, unido-se a moléculas de glicose!

Enquanto as hemoglobinas passeiam pelo corpo através do sangue, elas entram em contato com a glicose, que também está presente na corrente sangüínea. Às vezes, o encontro da hemoglobina com a glicose resulta em um “casamento” microscópico: ambas se unem e permanecem juntinhas por toda a vida! Quando uma hemoglobina se junta com uma molécula de glicose, ela está “glicosilada” ou “glicada”.

Esta versão “casada” da hemoglobina permanece no sangue durante todo o tempo de vida da hemoglobina, que é de cerca de 2 a 3 meses.

Quanto mais açúcar houver no sangue, maiores as chances de uma hemoglobina ser glicosilada. Sendo assim, não é de se estranhar que quem esteja com diabetes – que é uma doença caracterizada pelos altos níveis de açúcar no sangue – apresente uma taxa de hemoglobinas glicadas muito maior do que normalmente é esperado!

 

O TESTE DE HEMOGLOBINA GLICADA PARA DIABÉTICOS

Fazer um teste de hemoglobina glicada nada mais é que realizar um exame de sangue.

A partir dele, o profissional da saúde será capaz de observar o “histórico” da glicemia do paciente. Você pode escutar que o teste de HbA1c (outro nome para a hemoglobina glicada) é melhor do que um teste normal da glicemia porque permite ver como anda a saúde do paciente há mais tempo – e é verdade!

A lógica é a seguinte: 1) Quanto mais açúcar no sangue, mais hemoglobina glicada é formada; 2) O tempo de vida da hemoglobina é de 60-90 dias, normalmente; 3) Portanto, a quantidade de hemoglobina glicada observada num exame de sangue feito hoje é um bom indicador da quantidade de açúcar presente no sangue há pelo menos 60 dias!

 

QUAIS OS VALORES NORMAIS DE HEMOGLOBINA GLICADA?

O resultado de um exame de HbA1c indica qual a porcentagem das suas hemoglobinas que estão unidas à glicose. Assim, se o resultado for de 7%, então 7% das suas hemoglobinas estão glicadas.

Atualmente, o consenso dentre várias entidades médicas nacionais e internacionais é o de que um valor MAIOR OU IGUAL a 6,5% indica que a pessoa está com diabetes.

Para quem já sabe que está com diabetes, recomenda-se que mantenha os valores de hemoglobina glicada NO MÁXIMO em 8%. Isto indica que a glicemia está sendo razoavelmente bem controlada ao longo dos últimos meses.

Valores ÓTIMOS de hemoglobina glicada, seja para diabéticos, seja para pessoas que não estão com diabetes, variam de 4 a 6.4%!