Novo medicamento prestes a ser lançado

0

Farmacêutica Eli Lilly garante que seu novo tratamento semanal para o diabetes supera três populares concorrentes.

Comentamos aqui no site, no dia 15 do mês passado (reveja a matéria “Briga boa das Insulinas de Longa Duração“!), que o mercado de medicamentos para o tratamento de diabetes, em especial do diabetes tipo 2, ganhará em breve novos membros. Os resultados apresentados pelas indústrias farmacêuticas são animadores e mostram que, no futuro bem próximo, será possível tratar a glicemia utilizando menos injeções de insulina por semana. Na matéria, comentamos sobre os desenvolvimentos das empresas Sanofi e Merck. A boa notícia de hoje vem da gigante farmacêutica Eli Lilly.

A Eli Lilly anunciou os resultados da terceira e final fase de testes de sua nova insulina de longa duração, chamada de “dulaglutide“, injetada apenas uma vez na semana. O remédio funciona estimulando o corpo a produzir insulina. Nos testes, a dulaglutide foi comparada com outros três medicamentos similares – metformina, Januvia (da Merck) e Byetta (produzida pela empresa Bristol-Meyers Squibb Co.) – e apresentou resultados superiores na diminuição das taxas de hemoglobina glicada (HbA1c) em todos os casos.

Vale notar que os três medicamentos da concorrência devem ser utilizados todos os dias (metformina oralmente duas vezes ao dia, logo antes ou durante as refeições; Byetta é injetado duas vezes ao dia, antes das refeições; e Januvia é ingerido uma vez ao dia), enquanto que a dulaglutide é injetada semanalmente.

O sucesso nesta terceira etapa de testes significa que a Eli Lilly já pode pedir autorização às agências de vigilância sanitária e saúde de todo o mundo para começar a comercializar o novo medicamento.

Compartilhe!