Associação de diabetes promove palestra sobre pé diabético

0

Do site O Regional:

A Associação de Diabetes de Catanduva convida a população para participar da 2ª palestra mensal de prevenção contra o diabetes, que será realizada nesta quinta-feria, dia 28, às 19h30, na unidade SESC.

A palestra terá como tema “Pé Diabéticos” e será ministrada pela técnica em podologia, com especialização em geriatria e cuidados com o pé diabético, Juliana Ferreira.

A presidente da Associação, Maria Cristina Angulo Vilarinho, destaca que esta palestra é de suma importância a todos que desejam obter mais informações com os cuidados com os pés, não só diabéticos.

“A profissional dará orientações de prevenção contra várias patologias que podem ser encontradas nos pés e irá focar estes cuidados principalmente com pacientes portadores do diabetes, mas todos estão convidados a participar; a entrada é gratuita”, reforça.

A profissional Juliana Ferreira, que faz trabalho voluntário com a associação, explica que a palestra vem somar às orientações de prevenção, com assuntos que às vezes a maioria tem conhecimento (em termos do pé), mas não sabem os cuidados que devem ter.

“O diabético além de controlar a glicemia, mantendo alimentação saudável, precisa também manter os cuidados com seus pés. O paciente diabético acaba tendo a sensação da falta de sensibilidade e às vezes ao usar um calçado machuca e acaba tendo pequenos ferimentos de difícil cicatrização”, alerta.

Dentre as orientações a podóloga reforça que não só diabéticos, mas todas as pessoas não devem andar descalças, enxugar os pés sempre com total atenção, procurar hidratar sempre os pés, para evitar ressecamento, pois o aparecimento de fissuras, machucado pode piorar e no caso do portador de diabetes, o uso do hidratante dever ser do específico para pacientes diabéticos.

“No mercado já se encontra hidratantes para diabéticos, os cremes comuns têm ácido e isso pode agravar a pele do paciente”. Dentre as dicas Juliana sugere cremes de babosa e hamamélia, que são de alta hidratação.

Outro ponto importante que a profissional destaca é que o trabalho da podologia é agregado ao acompanhamento de um médico, no caso do tratamento da diabetes, um endócrino ou vascular, que irá trabalhar a medicação e orientação alimentar.

Pacientes que às vezes têm a unha encravada ou outras patologias, não devem procurar ajuda de manicure e sim de um podólogo.

Continue lendo aqui!

 

Compartilhe!