Remédio para asma pode reverter o diabetes

1

Antigo fármaco utilizado no combate ao problema respiratório é candidato a novo tratamento para o diabetes tipo 2.

asma diabetes

Asma e diabetes. Duas doenças tão diferentes uma da outra, mas com uma coisa em comum: ambas podem vir a ser tratadas com o mesmo remédio. Esta foi a descoberta de pesquisadores do instituto de Ciências da Vida da Universidade de Michigan, publicada na última edição da revista científica Nature Medicine.

O time de cientistas, liderados por Alan Saltiel, conduziu experimentos em camundongos obesos. Os animais receberam doses do medicamento Amlexanox, criado em 1994 para curar asmas e ainda hoje amplamente utilizado no Japão para este fim – nos EUA, o fármaco é mais popular como tratamento para aftas. Após tomarem o remédio, os camundongos passaram a perder peso e apresentaram melhoras consideráveis em problemas metabólicos relacionados à obesidade, como o diabetes tipo 2 e doenças hepáticas.

O segredo do sucesso do medicamento, segundo os cientistas, é que ele impede a expressão de dois genes (chamados de IKKE e TBK1), relacionados à diminuição do metabolismo, à obesidade e a outros problemas de saúde.

Nos EUA, o Amlexanox é princípio ativo de populares medicamentos anti-aftas.

Nos EUA, o Amlexanox é princípio ativo de populares medicamentos anti-aftas.

Saltiel comentou o trabalho: “O [remédio] Amlexanox parece que atua em camundongos inibindo dois genes – IKKE e TBK1 -, os quais nós acreditamos que funcionam juntos como uma espécie de “freio” ao metabolismo. Ao soltar esse freio, o Amlexanox aparentemente libera o sistema metabólico para que queime mais – e possivelmente guarde menos – energia.”

De acordo com os autores do trabalho, o potencial do remédio para asma é ser usado a fim de aumentar o metabolismo, induzindo, assim, a perda de peso, a reversão do diabetes e a cura de problemas no fígado.

Como todo cientista cauteloso, Alan Saltiel afirma que ainda é cedo para dizer se o Amlexanox poderá ser utilizado por humanos – hoje sabe-se que funciona como tratamento para diabetes apenas em camundongos. Mas, sendo a fisiologia dos roedores semelhante à nossa, e sendo o Amlexanox um medicamento já aprovado para uso e comercialização, as próximas pesquisas devem caminhar rápido.

 

Compartilhe!
  • Edelvaz Soares Ferreira

    Maravilhosa página, objetiva e clara. Gostei muito e espero poder receber mais informações, pois estou diabética – tipo II – e mesmo mantendo dieta e tomando remédios, oscila muito pra cima, o que me preocupa demais.

    Um abraço.