Posso tomar remédios que contêm açúcar? E meu diabetes, como fica?

0

Descubra o impacto que medicamentos açucarados podem ter na glicemia e a importância de cuidar bem de doenças e infecções.

Em seu último texto, Ronaldo Wieselberg explicou o que são infecções e por que é comum a glicemia aumentar quando estamos doentes. A pergunta agora é: nestas horas, vale a pena tomar remédios, mesmo aqueles que contêm açúcar na composição? Isto não vai piorar ainda mais a glicemia? Acompanhe a resposta…

pilula acucar diabetes

Bem, quanto aos medicamentos que contém açúcar, não precisa se preocupar. Se pensarmos no tamanho da dose – contando um comprimido grande (cerca de 2 gramas) ou uma dose inteira de xarope (5ml) – e que ela seja inteira de açúcar, seria algo entre 2 a 5 gramas a mais de carboidrato na dieta. Isso alteraria, em média, entre 10 e 20mg/dl a glicemia, o que é tranquilamente controlável.

Pensando, então, que não vamos tomar o remédio a todo momento, o impacto na glicemia será bem pequeno.

Quanto aos medicamentos que influenciam a glicemia, estão os corticoides, como por exemplo a prednisona e a dexametasona. Eles são os anti-inflamatórios mais poderosos que conhecemos, e têm uma indicação bem específica como remédios. O porém é que eles agem igualzinho ao cortisol que produzimos – e que eu expliquei anteriormente – aumentando a glicemia e a resistência à insulina!

Portanto, os corticoides só são prescritos para quem tem diabetes mediante necessidade específica. O médico pensa nos prós e nos contras de cada prescrição antes de fazê-la, então, pode perguntar a ele quando receber esse tipo de receita.

Ah, e, para finalizar: qualquer medicamento deve ser prescrito APENAS pelo MÉDICO.

Forte abraço, e até a próxima!

ronaldo wieselberg perfil diabeticoolRonaldo José Pineda Wieselberg tem diabetes há mais de 20 anos. É estudante de Medicina na Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa (FCMSCSP), auxiliar de coordenação do Treinamento de Jovens Líderes em Diabetes da ADJ Diabetes Brasil e Jovem Líder em Diabetes pela Federação Internacional de Diabetes (IDF), com trabalhos sobre diabetes premiados e apresentados no Brasil e no exterior. Apesar de ter o mesmo nome de vários grandes jogadores de futebol, prefere o xadrez.
+ Quer ler todos os textos de Ronaldo Wieselberg? CLIQUE AQUI!
Compartilhe!