O diabetes e a audição

0

Sabia que quem tem diabetes deve tomar um cuidado especial com seus ouvidos? Entenda o motivo neste novo texto.

Uma das páginas mais acessadas do Diabeticool é “Quais são os efeitos do diabetes no corpo humano?“, parte do nosso material didático (que pode ser encontrado na barra superior do site). Lá, pode-se ler uma lista de graves conseqüências que acontecem quando o diabetes não é tratado corretamente e a glicemia mantém-se alta. A maioria delas, como a retinopatia e a nefropatia diabéticas, são causadas por danos em vasos sangüíneos ou nervos, devido às altas taxas de açúcar no sangue. Cientistas japoneses concluíram esta semana que a alta glicemia pode comprometer, de maneira semelhante, um outro órgão importantíssimo para nós: os ouvidos.

Chika Horikawa, especialista em nutrição da Universidade Niigata, no Japão, e principal autor do estudo, percebeu que diabéticos sofriam mais do que o normal de problemas de audição. Através de sua recente pesquisa, publicada no Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism, pôde comprovar que, realmente, diabéticos têm motivos para tomar um cuidado especial com seus ouvidos.

“A associação entre problemas auditivos e diabetes é controversa, mas acredita-se que, com o passar do tempo, altas taxas de açúcar no sangue danificam vasos sangüíneos na estria vascular e nervos, diminuindo a capacidade de ouvir”, afirmou Chika. “Neste nosso estudo, descobrimos que pessoas com diabetes têm duas vezes mais prevalência de problemas de audição do que aquelas não-diabéticas“, completou o japonês. Vale notar que a estria vascular é uma região ricamente vascularizada do ouvido interno; a atrofia desta região é uma das principais causas de perda de audição.

O pesquisador Chika Horikawa, autor da pesquisa associando diabetes e problemas auditivos.

O que fazer para se prevenir contra problemas de audição? A resposta é simples: manter sempre a glicemia sob controle. Ou seja, seguindo à risca o tratamento para o diabetes, evita-se uma série de conseqüências desagradáveis e perigosas, causadas pelos danos em vasos sangüíneos e nervos que o excesso de açúcar provoca. De acordo com Horikawa, “nossos resultados sugerem que pacientes diabéticos devem ser examinados para problemas de audição a partir de uma idade mais jovem do que o comum, a fim de prevenir vários problemas de saúde decorrentes de dificuldades na audição, como a depressão.”

Compartilhe!