O Carnaval chegou, mas nada de se descuidar!

0

Com a chegada de um dos feriados mais esperados por muitos brasileiros, é necessário tomar um cuidado extra para não transformar o descanso em dor-de-cabeça.

Não é difícil entender porque o Carnaval é tão esperado no Brasil, há razões de sobra. É o primeiro feriado prolongado do ano e vivemos em um país com uma tradição imensa em comemorar esta data, independente de gosto musical, religião, tendência política ou qualquer outra adversidade. No Brasil, Carnaval é sinônimo de festa! E uma festa onde são todos iguais!

Carnaval e Diabetes: Saiba como esta mistura pode dar certo!

Muitos brasileiros aproveitam o feriado para viajar, outros tantos para descansar e alguns ainda para planejar o ano (que, como diz-se informalmente, começa no Brasil depois do Carnaval). A verdade é que não importa como você escolhe passar o feriado, um fator é comum: a diversão. E não há motivos para que o diabético também não participe da festa! Basta atentar para alguns pontos e a curtição estará garantida. Daremos hoje 10 dicas para garantir a folia do diabético:

1 – Beba muita água. Não só em ocasiões festivas, manter-se hidratado é sempre um passo importante para evitar complicações de saúde. Durante a folia, principalmente, por causa do calor do verão brasileiro e do exercício físico, o risco de desidratação é mais forte.

2 – Beba com moderação. Ser um dos maiores clichês não torna a frase menos válida. O álcool pode sim fazer parte do seu carnaval, desde que respeitadas as doses seguras para o consumo de álcool por diabéticos. Vale lembrar da importância de checar com seu médico se o seu método atual de controle de diabetes permite o consumo de álcool.

3 – Alimente-se com frequência. Alimentos leves a cada três horas são a melhor opção. Evite frituras ou alimentos gordurosos, opte por barrinhas de cereal ou frutas. O importante é manter a alimentação ao longo do dia, para evitar problemas como hipoglicemia

4 – Avise seus amigos e/ou companheiros que você é diabético e tenha sempre em mãos sua carteirinha de identificação de paciente com nome e telefone de contato dos parentes, residência, etc. Para a maioria das pessoas é bastante fácil confundir uma hipoglicemia com embriaguez, e a adoção do tratamento inadequado pode trazer complicações desnecessárias para o feriado.

5 – Carregue no bolso o açúcar líquido, pois sua rápida absorção faz toda a diferença na hora de conter uma hipoglicemia mais grave

6 – Quando for sair, não se esqueça de medir a glicemia. Se puder, leve o glicosímetro com você para onde for – é melhor carregá-lo sem precisar do que precisar e não tê-lo.

7 – Caso vá viajar, confira se há remédio suficiente para mais dias do que a duração da viagem, assim você terá uma reserva caso haja um imprevisto. Leve também as receitas, caso precise comprar mais.

8 – Use roupas leves. Procure lugares arejados, com sombras, evite o sol nos horários mais quentes.

9 – Use calçados confortáveis – lesões de pé são frequentes no Carnaval e é sempre bom previnir. Se você já tem algum tipo de neuropatia, atenção redobrada! O ideal é usar tênis confortáveis com meias de algodão e acomoda-los ao pé (não o inverso). Outro ponto importante é nunca ficar descalço, independente da superfície.

10 – Não deixe que o diabetes estrague a sua folia, e tenha um excelente carnaval!

Compartilhe!