Nova geração de bombas de insulina: mais segurança contra hipoglicemias

5

Chegam ao Brasil novos modelos de bombas de insulina, capazes de prever e prevenir episódios de hipoglicemia, além de ajudar a controlar melhor a glicemia ao longo do dia. Veja como funcionam!

bomba de insulina evolucao

Este texto especial sobre bombas de insulina e hipoglicemias é patrocinado pela Medtronic Brasil

 

Cuidar bem da glicemia é tarefa diária de quem convive com o diabetes. Evitar que os níveis de açúcar no sangue atinjam valores elevados é essencial. Mas, tão importante quanto, é certificar-se de que a glicemia nunca fique baixa demais. Trata-se de um equilíbrio fino e alcança-lo pode ser um grande desafio cotidiano.

A fim de ajudar a solucionar estas duas grandes preocupações de diabéticos, a Medtronic traz para o Brasil modelos inovadores de bomba de insulina. Além de auxiliar a evitar picos de glicemia ao longo de todo o dia, as bombas trazem tranqüilidade ao serem capazes de prevenir episódios de hipoglicemia, inclusive durante o sono e períodos de atividades físicas.

  • Superdosagem de insulina
  • Pular uma refeição ou comer mais tarde do que o normal
  • Ingerir refeições com pouco carboidrato ou muita gordura
  • Consumir álcool
  • Praticar exercícios físicos sem orientação profissional
  • Dosar errado a insulina basal

 

RESOLVENDO O MEDO DA HIPOGLICEMIA

Tremedeiras, visão embaçada, suores, desorientação, dores de cabeça…estes são alguns dos desagradáveis e perigosos sintomas da hipoglicemia – isto é, quando o açúcar no sangue cai para níveis abaixo dos 70mg/dL.

antiga bomba de insulina diabetes

Uma das primeiras bombas de insulina. Era grande, desajeitada, e precisava ficar ligada às veias o tempo todo. Não era muito prático…

Para o nosso organismo, ficar com pouco açúcar circulante pode ser tão danoso quanto manter açúcar em excesso na corrente sangüínea. A falta de açúcar, em um primeiro momento, gera sintomas como os mencionados acima; porém, caso se mantenha, pode levar à perda de consciência, desmaios e necessidade urgente de internação.

As hipos são mais freqüentes em diabéticos tipo 1, que precisam dosar todos os dias a quantidade de insulina injetada. Realizar esta dosagem exige treinamento com a equipe médica e cuidados extras, levando em consideração fatores como o horário da alimentação e a hora de dormir.

Ter episódios de hipoglicemia enquanto se está dirigindo ou dormindo são alguns dos maiores medos de quem segue a insulinoterapia. Para evita-los, muitas pessoas ingerem carboidratos a mais para garantir uma glicemia razoavelmente alta ao longo do dia. Mas isto também não faz bem para o corpo. A pergunta que fica é: será que já existe uma maneira mais fácil e prática de manter a glicemia sob total controle, evitando picos de alta e de baixa?

 

CONHEÇA AS VANTAGENS DA BOMBA DE INSULINA

A resposta é “sim”, e trata-se das bombas de insulina. As bombas de insulina são aparelhos eletrônicos pequenos, feitos para serem transportadas no cinto, dentro do bolso ou mesmo presos ao sutiã, e criados para simular a liberação natural de insulina de um pâncreas saudável.

como funciona a bomba de insulina

Bombas de insulina ajudam o diabético a evitar os tão temidos episódios de hipoglicemia.

Elas ficam acopladas à pele 24 horas por dia e liberam insulina continuamente ao corpo, através de pequenas cânulas e de acordo com programação prévia. Ou seja, nada de diversas picadas todos os dias; com as bombas, basta trocar o sistema algumas vezes por semana para garantir a liberação do hormônio.

Além disso, já estão à vendo modelos que vêm com acessórios adicionais que facilitam a vida de quem lida com o diabetes, como monitores que permitem saber a qualquer momento, com um simples toque de um botão, os valores de glicemia. Os valores são automaticamente guardados em um diário digital, que pode ser acessado com facilidade e levado ao médico durante os exames.

Entre as vantagens comprovadas, as bombas de insulina ajudam a manter a glicemia mais equilibrada, possibilitam a aplicação de quantidades pequenas para eventuais correções e evitam casos severos de hipoglicemias.

Estudos científicos têm demonstrado que usar a bomba melhora tanto o controle do diabetes quanto a saúde no geral. No ano passado, por exemplo, durante a 50ª edição do Encontro da Associação Européia para o Estudo do Diabetes, foi divulgado um trabalho comparando a saúde de diabéticos tipo 1 que controlavam a glicemia através de bombas ou através das tradicionais injeções. Segundo os resultados, quem usou a bomba teve chances 43% menores de falecer por problemas cardiovasculares, como derrames e ataques cardíacos, devido ao bom controle constante da glicemia.

 

SERÁ QUE AS BOMBAS DE INSULINA VALEM A PENA PARA MIM?

Se você tem…

  • Preocupações com as complicações de longo prazo;
  • Medo de agulha;
  • Dificuldade de controlar os picos altos e baixos de glicemia;
  • Medo da hipoglicemia, principalmente à noite;
  • HbA1c fora do intervalo alvo;
  • Baixa conscientização sobre hipoglicemia ou
  • Busca de maior flexibilidade na vida diária

…então está na hora de conversar com seu médico e discutir a adoção da bomba de insulina.

nick jonas bomba de insulina

O mega pop star Nick Jonas, diabético tipo 1, também é fã da bomba de insulina. Nas imagens, flagras do cantor utilizando-a.

Com a bomba, a tarefa de controlar bem o diabetes todos os dias torna-se muito mais fácil e garantida.

Ao invés de quebrar a cabeça com continhas complicadas (como determinar a quantidade de carboidratos ingeridos em cada refeição), o próprio sistema da bomba calcula a quantidade perfeita de insulina a ser injetada levando em consideração diversos parâmetros, como a quantidade do hormônio que já está no corpo, os níveis de glicose no sangue e carboidratos ingeridos.

Além disso, o sistema permite que o usuário faça ajustes finos na dosagem, de acordo com a orientação médica, e controle a liberação de insulina durante eventos especiais, como a prática de atividades físicas ou durante uma doença. Tudo isso é feito pressionando apenas um botão.

Saiba mais sobre hipoglicemia neste material educativo!

 

sierra sandison modelo bomba de insulina

A modelo Sierra Sandison desfile com orgulho com sua bomba.

Com tantas vantagens, o uso das bombas tem se popularizado em todo o mundo. Para muitas pessoas que estão com diabetes, usá-las já é motivo de orgulho, como o caso da modelo norte-americana Sierra Sandison, diabética tipo 1 que venceu o concurso Miss Idaho 2014 desfilando com sua bomba de insulina presa ao biquíni. De fato, para quem sabe como é complicado manter a glicemia sob controle diariamente, toda ajuda é válida e muito benquista. Ainda mais se estiver unida à alta tecnologia, facilidade de uso e a diversas vantagens para a saúde – como é o caso das bombas de insulina.

Compartilhe!
  • Gostaria de saber qual o preço médio da “Bomba de Insulina” e “onde comprar”.Nem o Google consegue me passar essa informação.

  • Erika

    Frederico, essa novidade da Medtronic, Veo, custa 15 mil reais, mais o sensor e outros componentes, vai para 22 mil, fora os insumos mensais, para comprar você liga no 08007739200 da Medtronic, claro que você também precisa de uma receita médica e ter feito teste com uma bomba, tudo solicitado pelo seu endócrino. Ou procurar seus direitos via judicial.

  • Fabiano Apolinario

    Se precisarem de voluntários para testes eu e meu filho precisamos e estamos a disposição obrigado

  • Thiago Benfica

    Não consigo encontrar um medico que solicite esta bomba, sou do RJ, teriam um quadro de médicos que trabalhe considerando este aparelho?

  • Oi, Thiago, tudo bem?
    Infelizmente não temos esse tipo de contato no Rio de Janeiro. Uma alternativa seria conversar com a Medtronic, fabricante da bomba mencionada na matéria, e perguntar. Eles possivelmente saberão indicar um médico responsável, ok? Grande abraço.