Menos de 6 horas de sono, chances 30% maiores de diabetes

0

A quantidade de sono também importa na hora de prevenir o diabetes tipo 2. Veja por que dormir pouco faz mal à saúde e descubra outros dados interessantes que uma recente pesquisa identificou.horas de sono e diabetes tipo 2

Nova pesquisa realizada por cientistas da Universidade de Newcastle mostrou que:

  • Dormir menos de 6 horas por noite aumenta em 30% as chances de diabetes tipo 2 e, também, de desenvolver resistência à insulina;
  • Nenhuma associação foi encontrada entre dormir muito (mais de 9h) e riscos de diabetes;
  • Dormir menos de 7 horas OU mais de 10 horas aumenta as chances de obesidade.

O trabalho é um meta-estudo baseado em dados de mais de 200 mil adultos com mais de 45 anos. Apesar dos dados serem estatisticamente significantes, os pesquisadores não checaram quantos dos voluntários já tinham diabetes tipo 2 antes de darem detalhes sobre seu padrão de sono. Além disso, a pesquisa não buscou determinar quais participantes tinham algum problema de sono.

A explicação dos pesquisadores para o aumento no risco de diabetes tipo 2 é que pouco sono leva à maior produção do hormônio que estimula o apetite (grelina), além de diminuir a produção do hormônio “contrário” (leptina), o qual diminui a vontade de comer. Com isto, a pessoa sente mais fome e corre maiores riscos de ter sobrepeso e obesidade, dois dos fatores de risco mais fortes para o diabetes tipo 2.

Compartilhe!