Mais notícias sobre Pâncreas artificial vindas do Congresso Europeu de Diabetes em Barcelona

0

O dr. Carlos Couri explica as novidades tecnológicas que diabéticos poderão utilizar dentro de poucos anos!

pancreas artificial diabetes dr carlos couriObviamente que o maior foco de nosso grupo de pesquisa da USP- Ribeirão Preto é a terapia celular, mas aspectos tecnológicos sempre aguçam a curiosidade de médicos e pacientes diabéticos.

O pâncreas artificial vem sendo estudado desde a década de 70/80 e parece ser uma promessa que nunca de cumpre. Há diversos projetos no mundo inteiro realizados por diferentes centros renomados de pesquisas.

Dos dia 22 a 27 de setembro foi realizado em Barcelona o 49 Congresso Europeu de Diabetes. Durante a visita aos stands me encontrei com membros de uma das empresas que mais estudam e desenvolvem tecnologia em Diabetes – a Medtronic. Ela vende algumas bombas de insulina existentes no Brasil há mais de 1 década.

No stand pude ver o protótipo do que será o pâncreas artificial desenvolvido por eles e que estará no mercado em 2-3 anos (conforme me prometeram).

Na foto acima vocês podem ver a bomba de insulina acoplada com o dispositivo que mede a glicose (2 dispositivos no topo da figura). Tanto a infusão de insulina pela bomba quanto a medição de glicose se dão pela pele. O pulo do gato é que isto e feito automaticamente sem necessidade de contagem de carboidratos.

Para que seja automático porém, é necessário que a bomba interprete o resultado do sensor de glicose e tome a decisão autonomamente. Pare resolver isto, estes aparelhos se mantêm conectados via bluetooth com um aplicativo do sistema operacional Android (smartphone ou tablet) e um equipamento da Medtronic que traduz os estímulos elétricos gerados pelo sensor de glicose em graus diferentes de infusão de insulina.

Vários estudos já foram realizados e ainda estão em andamento com crianças, jovens , adultos, gestantes, etc.

Enquanto esta nova tecnologia não está nas lojas, o que devemos fazer é manter o diabetes sob controle para podermos usufruir desta e de outras novidades que estão por vir.

Vamos em frente!!

Por Dr Carlos Eduardo Barra Couri

PhD em Endocrinologia pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto-USP, pesquisador da Equipe de Transplante de Células-Tronco da USP-Ribeirão Preto. Conceituado e premiado autor de pesquisas – inclusive em publicações internacionais -, materiais educativos e livros sobre o diabetes, em especial o tipo 1, e terapias com células-tronco.

Site: http://carloseduardocouri.blogspot.com.br ; www.twitter.com/cecouri

Compartilhe!