Dormir pouco pode aumentar o risco de diabetes na adolescência

0

Do portal R7 Notícias, com conteúdo do Estadão:

Se a maioria das crianças resiste à hora de ir para a cama, quando chega à adolescência o trabalho dos pais em convencer os filhos a dormir redobra. Essa é a fase da vida em que facilmente se troca noites de sono pelo computador ou pelas baladas. Só que o costume de dormir pouco pode aumentar o risco de o jovem contrair diabetes. Segundo pesquisa da Universidade de Pittsburgh, Pensilvânia, EUA, o sono equilibrado diminui os níveis de resistência à insulina e reduz as chances de desenvolver a doença. O estudo, publicado no jornal “Sleep”, acompanhou os padrões de sono e a resistência à insulina de 245 adolescentes saudáveis. E comprovou que a maior resistência à insulina estava ligada à menor duração de sono, sendo indiferentes outros fatores como sexo, idade, raça e índice de massa corporal. Além de aumentar o risco de contrair diabetes, a privação do sono na adolescência pode limitar a capacidade de concentração e aprendizagem, causar agressividade e impaciência e provocar ansiedade.

Continue lendo aqui!

 

Compartilhe!