Dispositivo colocado no intestino ajuda a tratar diabetes tipo 2

0

Da radio Voz da Rússia:

Uma nova técnica minimamente invasiva obteve sucesso semelhante ao da cirurgia bariátrica no tratamento de pacientes com diabetes tipo 2. A pesquisa foi conduzida por especialistas brasileiros do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, em São Paulo.

O método, chamado de “manga intestinal endoscópica” ou “exclusão duodenal”, diminui a resistência à insulina. Ao longo de um ano, 75% dos 16 pacientes submetidos à operação tiveram uma redução significativa dos índices de glicemia.

A técnica consiste em implantar um dispositivo impermeável, chamado de “endobarrier”, para revestir o duodeno e excluir o papel dessa parte do intestino na digestão. “A comida entra e não tem contacto com a parede do intestino, isso faz com que órgão pare de fabricar hormonas produzidas nesta etapa, melhorando a produção de insulina pelo pâncreas”, explica Almino Ramos, presidente da SBCBM (Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica).

Continue lendo aqui!

 

Compartilhe!