Disfunção erétil é tratada com remédio para diabetes

3

A metformina, um dos medicamentos antidiabéticos mais populares, pode dar uma mãozinha na vida sexual masculina, segundo novo estudo.

disfuncao eretil peniana diabetesUma descoberta pode trazer alívio aos milhões de homens no mundo inteiro que se sentem frustrados pela disfunção erétil. A metformina, um remédio bastante utilizado para tratar o diabetes, pode ser uma alternativa terapêutica para curar o problema.

O lado bom de utilizar a metformina contra a disfunção é que o medicamento é relativamente bem tolerado pelo organismo humano, não trazendo graves efeitos colaterais. Além disso, utilizá-la seria uma opção mais economicamente viável do que comprar remédios como o Viagra.

Cientistas da Georgia Health Sciences University, nos EUA, publicaram um trabalho na revista científica Journal of Sexual Medicine no qual descrevem a ação positiva da metformina contra a disfunção erétil em ratos. O medicamento atua aumentando os níveis de óxido nítrico, uma molécula naturalmente presente no corpo humano e que torna os vasos sangüíneos penianos mais flexíveis e dilatados, facilitando o fluxo de sangue ao órgão. O óxido nítrico, vale lembrar, é o principal componente do Viagra.

A pesquisa foi conduzida ao longo de 28 dias, um período considerado curto para que conclusões duradouras possam ser tiradas. Além disso, ainda não houve estudos com humanos. Ainda assim, há esperanças de que o trabalho gere novas perspectivas de desenvolvimento de alternativas baratas e confiáveis para o tratamento da disfunção peniana.

 

DISFUNÇÃO E DIABETES

Apesar do trabalho científico ter demonstrado um efeito benéfico da metformina na cura da disfunção erétil, muitos diabéticos que regularmente ingerem o medicamento continuam sofrendo com a disfunção. De acordo com os autores do estudo, uma possível explicação para isso é que, de fato, a metformina ajuda a diminuir a disfunção erétil, e diabéticos poderiam ter problemas penianos ainda mais sérios caso não a tomassem.

A disfunção erétil é uma das mais graves conseqüências do diabetes para homens. Estima-se que cerca de 75% dos homens que estão com diabetes terão problemas de ereção ao longo da vida.

Compartilhe!
  • Tenho 52 anos e sou diabético há 32 anos, fiquei impotente há 13 anos, ainda não consegui tratamento real que disponibilize uma cura de fato. É muito ruim ter que viver privado de um prazer sexual, mas adoro viver, por isso ainda aguardo. Tchauu, abraços pra todos.

  • Dunha Silva

    Procure o Boston Medical Group.
    Acho que lá eles irão dar uma solução para os seus problemas.

  • jon

    bom dia, felizmente existe tratamento, mas , é muito caro, aí vc escolhe, sua familia seus netos, ajudar seus filhos, ou se ajudar, ao pé da letra se ajudar. se vc não vai sofrer sérias consequencias. escolha o melhor, pois os pobres como eu ainda não tem um tratamento digno. só uma consulta nesse grupo é aqui em manaus 350 reais fora os exames e um absurdo de tratamento. pense bem