Dica de Natal: dupla vai atravessar o oceano a remo em prol do diabetes

0

Visando arrecadar fundos para pesquisas de curas à leucemia e ao diabetes, dupla enfrenta um desafio natalino de arrepiar!

Harry Martin-Dreyer (esquerda) e Alex Bland estão encarando um desafio de tirar o fôlego em prol do diabetes.

Os amigos Harry Martin-Dreyer (esquerda) e Alex Bland estão encarando neste exato momento um desafio de tirar o fôlego em prol do diabetes.

Já pensou passar o Natal em um pequeno barco a remo no meio do Oceano Atlântico? É isto que uma dupla de britânicos está fazendo neste exato momento. Enquanto a maioria de nós aproveita as festividades de final de ano para comer bem, descansar e passar mais tempo com a família e amigos, Alex Bland e Harry Martin-Dreyer estão há 13 dias remando incessantemente a fim de arrecadar fundos para pesquisas que buscam a cura da leucemia e do diabetes tipo 1.

A dupla partiu das Ilhas Canárias, próximo à costa africana, e pretende chegar a Barbados, no Caribe. É possível acompanhar onde os dois estão através do site oficial da empreitada: http://rowing4research.com (remando por pesquisas, em tradução livre).

posição da dupla de remadores diabetes

Posição da dupla de remadores no momento da postagem desta matéria!

Alex e Harry zarparam há treze dias. Desde então, têm remado durante duas horas, depois descansado por mais duas e voltado a remar, mantendo este ritmo 24 horas por dia. Os amigos necessitam de uma dieta altamente calórica (cerca de 6000 kcal diárias) para manter a saúde e enfrentar os enormes desafios de um dos maiores oceanos do mundo – incluindo temperaturas extremas, fortes vendavais e tempestades e, claro, o perigo constante de tubarões. Eles contam com a ajuda de um único artigo de “luxo”: o pequeno parco à remo que os leva ao destino está equipado com um dessalinizador, um aparelho que torna a água do mar potável.

A meta, além de chegar à Barbados, é arrecadar cerca de R$600,000 para doação a pesquisas sobre a cura de leucemia e diabetes tipo 1. A motivação para a boa ação vem de casa: a mãe de Harry faleceu recentemente devido à leucemia, e o irmão de Alex é diabético tipo 1.

Doações podem ser feitas através do site rowing4reserach. Até o momento, os dois já conseguiram arrecadar aproximadamente 500,000 reais.

Compartilhe!