Diabetes tipo 2 em foco!

0

FDA aprova, em uma semana, três novos medicamentos para tratamento de diabete mellitus.

Há exatamente uma semana, postamos um artigo sobre uma nova droga aprovada pela FDA (Administração de Drogas e Alimentos, sigla em inglês), orgão do governo estadunidense responsável pela regulamentação, entre outros setores, da indústria de fármacos (papel desempenhado pela ANVISA no Brasil). Trata-se do Bydureon®, uma droga desenvolvida para ser injetada apenas uma vez por semana em pacientes com diabetes tipo 2.

Uma corrida contra o tempo… E contra o diabetes

Surpreendentemente, durante o período de sete dias depois de noticiar esta aprovação, outras duas drogas destinadas ao tratamento de diabete mellitus também foram agraciadas pelo FDA e poderão, em breve, adentrar o mercado estadunidense. A primeira, chamada Jentadueto®, uma associação entre lignagliptina – uma substância de ação similar àquela do Bydureon, capaz de estimular a produção de insulina, porém sem o efeito redutor de peso – e hidrocloreto de metformina – um redutor de resistência a insulina. Diferentemente do caso do Bydureon®, o Jentadueto® tem ação de curta duração e, por isso, deve ser ministrado oralmente a cada 12 horas.

A segunda, mais recentemente aprovada, é o Janumet XR®, uma associação entre sitagliptina – de ação semelhante à da lignagliptina presente no Jentadueto® – mas com um hidrocloreto de metformina de liberação prolongada (XR, do inglês). O principal diferencial desta droga em relação ao concorrente recém-descrito é que a dose é diária. O que estas três drogas têm em comum? Todas objetivam facilitar a vida do diabético, seja diminuindo a quantidade de remédios tomados associando-se os princípios ativos em um mesmo comprimido, ou diminuindo a necessidade de se ministrar o medicamento com frequência. Os três medicamentos têm como foco reduzir peso do tratamento, diminuir o estresse da rotina de se medicar.

A facilidade posológica é um grande atrativo para que haja adesão ao tratamento, e esta adesão é essencial na manutenção de uma doença como o diabetes tipo 2, em que, caracteristicamente, são agrupados múltiplos sintomas tanto hereditários como adquiridos ao longo da vida. Além disso, o público acometido é cada vez mais jovem, e a facilidade no tratamento encoraja os diabéticos mais jovens a se medicarem corretamente, o que lhes permite ter uma vida mais longa e com mais qualidade.

Para maiores informações acerca do Jentadueto®, siga este link, e para se informar sobre o Janumet XR®, siga este link. Ambos os artigos encontram-se em inglês.

Compartilhe!