Diabetes e Infecções Bacterianas

0

Já ouviu falar de doenças de pele como o carbúnculo, chiqueiro ou furúnculo? Sabe qual a relação delas com o diabetes? Descubra aqui!

As pessoas com diabetes são mais suceptíveis a infecções por várias razões. A pele seca e a coceira aumentam o risco de ruptura da pele, facilitando a entrada de fungos e bactérias. Altas taxas de glicose no sangue promovem o crescimento de bactérias e fungos, e a neuropatia (doença nos nervos) dificulta a percepção das lesões da pele que podem estar infectadas, especialmente lesões nos pés. A má circulação presente nas pessoas com diabetes também facilita as infecções porque dificulta a ação das células de defesa no local da lesão. Alguns tipos de infecções são mais comuns em indivíduos com diabetes.

Vários tipos de infecções por bactérias ocorrem em pessoas com diabetes:

  • Chiqueiro – infecção bacteriana causada por bactérias estafilococos (Staphylococcus aureus), se manifesta com a inflamação das glândulas sebáceas na base dos cílios (pálpebras). Aparece como um inchaço vermelho e uma borbulha sensível ao toque.
  • Ferve ou Furunculos – infecção bacteriana na pele causada por Follicultis infecciosa ou bactérias estafilococos (Staphylococcus aureus). São nódulos dolorosos que ocorrem na pele.
  • Foliculite – infecção em um ou mais folículos capilares, os folícluos capilares são bloqueados ou danificados ao fazer a barba ou pelo atrito com a roupa. Na maioria dos casos os folículos são infectados por bactérias estafilococos.
  • Carbúnculo – é uma infecção da pele que com frequência envolve um grupo de folículos capilares e é causada por bactérias estafilococos (Staphylococcus aureus). O material infeccionado forma uma protuberância, que se instala profundamente na pele e pode conter pus. Quando você possui mais de um carbúnculo, a doença é chamada carbunculose. Os carbúnculos são contagiosos e podem se desenvolver em qualquer lugar, mas são mais comuns na nuca e nas costas. Homens desenvolvem mais do que as mulheres.
  • Infecções ao redor das unhas: o tecido inflamado geralmente é inchado, quente, vermelho e dolorido. Vários microorganismos podem causar infecções, mas o mais comum são as bactérias estafilococos. Antigamente as infecções bacterianas eram fatais, principalmente para as pessoas com diabetes. Hoje é raro uma morte causada por bactérias, graças ao uso de antibióticos e melhores métodos de controle dos níveis de glicose no sangue.

Mesmo nos dias atuais, as pessoas com diabetes são mais propensas a desenvolver infecções bacterianas. Os médicos acreditam que as pessoas com diabetes podem reduzir suas chances de desenvolver infecções ao praticar bons cuidados com a pele.

Se você acredita que possui alguma infecção na pele, procure o seu dermatologista – médico especialista em pele.

diabetes e infeccoes bacterianas

 

Compartilhe!