Consumo exagerado de chocolate pode causar diabetes

0

Cuidado com os exageros durante a Páscoa!

Do portal D24am:

Páscoa é a época do ano em que a população costuma exagerar no consumo de chocolate. Mas, segundo especialistas, é preciso moderação na ingestão do produto e de seus derivados porque doenças degenerativas, como o diabetes, por exemplo, podem ser precipitadas devido ao excesso de açúcar no organismo.

Gostoso de ver e mais ainda de saborear, é quase impossível entrar em um supermercado, se deparar com verdadeiras ‘tendas’ decoradas com os tradicionais ovos de chocolate e resistir à tentação. A solução é preferir o chocolate sem açúcar e praticar a moderação.

Já são bem conhecidos os problemas de saúde causados pelo diabetes. Em relação aos olhos, as consequências podem ser graves. Segundo o presidente da Sociedade Brasileira de Oftalmologia e consultor do Instituto Varilux da Visão, dr. Marcus Sáfady, essa é uma época do ano em que os pacientes diabéticos devem ter mais controle.

Uma glicemia não estável pode levar a alterações dos vasos sanguíneos que provocam, em um estágio mais avançado, doenças oculares importantes nos pacientes.

“Quando o médico percebe pequenas dilatações nas extremidades dos pequenos vasos da retina, assim como presença de micro-hemorragias, confirma o diagnóstico de retinopatia diabética. Por isso, o exame oftalmológico é considerado muito importante no diagnóstico e controle do diabetes. Dentre as complicações oculares mais graves da doença, em fases mais avançadas da retinopatia, estão a catarata e o glaucoma”, diz Sáfady.

A retinopatia diabética é uma doença séria que em estágio inicial não apresenta sintomas, por isso é necessário que os diabéticos realizem exames oftalmológicos regulares e mantenham o diabetes sob controle.

“A retinopatia diabética é uma complicação do diabetes decorrente da deterioração dos vasos sanguíneos que alimentam a retina. Em estágio inicial a doença não apresenta sintomas, entretanto, quando os problemas tornam-se piores os vasos sanguíneos podem romper e vazar, causando as micro-hemorragias da retina. Se atingirem a mácula (área responsável pela visão de cores e de detalhes) a pessoa poderá notar o aparecimento de manchas, redução ou embaçamento da visão. Os problemas podem se agravar ainda mais, pois, a doença pode se caracterizar também pelo aparecimento de vasos anormais, mais frágeis e mais propensos ao rompimento, podendo dar origem a grandes hemorragias, formar cicatrizes e levar ao descolamento de retina e provocar, ainda, o aparecimento do glaucoma”, alerta o médico.

 

Melhor prevenção é manter um estilo de vida saudável

Evitar o aparecimento do diabetes, ou mantê-lo sob controle não é uma tarefa fácil, principalmente na Páscoa, a época mais doce do ano. A melhor maneira de se prevenir da doença é ter um estilo de vida mais saudável.

Tanto na prevenção quanto no tratamento do diabetes a educação é a melhor escolha. É preciso equilíbrio nutricional, exercícios físicos, interromper o tabagismo, controlar a hipertensão arterial, obesidade, colesterol e triglicérides. O diabetes é uma doença perpétua, dinâmica e invariável, assim é importante que os diabéticos conheçam bem a causa, o risco e os efeitos, a curto e a longo prazo, da doença.

Segundo artigo da revista científica ‘Current Biology’, trocar o dia pela noite ou comer em horários irregulares são atitudes perigosas para a saúde e podem causar obesidade, transtornos metabólicos e diabetes. A ação da insulina varia conforme o ‘relógio biológico’, que consiste nas oscilações metabólicas que o corpo sofre durante o dia.

“Os processos fisiológicos possuem ritmos diferentes de manhã, à tarde e à noite, que influenciam na digestão, no metabolismo de lipídios, de carboidratos e do apetite”, afirma Carl Johnson, do Departamento de Fisiologia e Biofísica da Universidade Vanderbilt, Estados Unidos.

O experimento, feito com ratos de laboratório, mostra que, quando eram incapacitados de manter o relógio biológico em ordem, os animais ficavam com o metabolismo mais lento e a insulina se mantinha em um nível propenso à obesidade. “Comprovamos agora que os horários de atividade metabólica se alteram significativamente em função do horário”, relata Johnson.

 

Cuidados

1 As variações da insulina e das doses de açúcar no sangue vinculadas à hora do dia representam um grande problema para as pessoas cujos hábitos de atividade e alimentação mais abundante sejam à noite. A atitude mais saudável para manter os níveis metabólicos em ordem é fazer a refeição principal ao meio-dia e, à noite, apenas uma ceia leve.

2 Além disso, deve-se evitar beliscar e fazer lanches depois do jantar. Em alguns casos, o diabetes pode ser fatal, principalmente por suas complicações renais, neuropatia diabética e infartos.

Continue lendo aqui!

Compartilhe!