Consumo de FRUTAS pode aumentar risco de diabetes tipo 2

0

O texto a seguir, super mal escrito e repleto de erros de português, foi publicado no site da revista INFO e traz curiosidades sobre o consumo de frutas.

As frutas são ricas em fibras, antioxidantes e fitoquímicos que promovem efeitos benéficos à saúde. Aumentar o consumo de frutas tem sido recomendado como prevenção primária de doenças crônicas como a diabetes tipo 2, no entanto, alguns estudos epidemiolóficos apontam que este maior consumo possa aumentar o risco de diabetes tipo 2, visto que muitas pessoas aumentam o consumo somente de frutas de alto índice glicêmico, além de outros fatores a serem considerados como o gênero, raça, nível de atividade física e genética desse indivíduo.

Em um estudo recente, a maior variedade, mas não a qunatidade, de frutas consumidas está associada com um menor risco de diabetes tipo 2. Um maior consumo de mirtilo, uvas, maçãs, e grapefruit foram associados com um menor risco dessa doença.

Principalmente as berries como o mirtilo por serem ricas em antocianinas, pois ativam a via enzimática que melhora a absorção de glicose e sua utilização no tecido branco adiposo e no músculo esquelético e, reduz a produção de glicose pelo fígado, ou seja, poupa o estoque de glicose. No caso das uvas há o resveratrol e das maçãs o ácido clorogênico, o qual diminui a absorção de glicose no intestino e aumenta a sua utilização pelo músculo.

O grapefruit contém naringina a qual melhora a tolerância á glicose. Um maior consumo de suco de frutas também está ligado a um aumento no risco de diabetes tipo 2, pois essas frutas apresentam uma menor concentração de fibras e de nutrientes benéficos e, também são rapidamente absorvidas.

Referências: MURAKI, I. et al. Fruit consumption and risk of type 2 diabetes: results from three prospective longitudinal cohort studies, BMJ, 2013.Por Joyce Rouvier

Fonte: INFO

Compartilhe!