Cirurgia bariátrica é tratamento eficaz e duradouro contra diabetes tipo 2

0

Estudo demonstrou que, após o procedimento, muitos pacientes foram capazes de controlar o açúcar no sangue sem a necessidade de medicamentos.

Um novo estudo concluiu que a cirurgia bariátrica é um tratamento altamente eficaz e duradouro contra o diabetes tipo 2 em pessoas obesas — e melhor que a terapia baseada apenas em medicamentos. A pesquisa, feita na Clínica Cleveland, nos Estados Unidos, demonstrou que o procedimento permite que a maioria dos pacientes viva sem doses de insulina e outras drogas usadas para controlar o diabetes pelo menos três anos após a operação.

O trabalho foi publicado na revista The New England Journal of Medicine nesta segunda-feira, mesmo dia em que os resultados foram descritos durante o encontro anual do Colégio Americano de Cardiologia, em Washington.

Cirurgia benéfica — Essa não é a primeira vez que uma pesquisa associa a cirurgia bariátrica a efeitos positivos sobre o diabetes tipo 2. Um estudo brasileiro divulgado em 2012, por exemplo, demonstrou que o procedimento foi capaz de controlar o diabetes em 99% dos 66 pacientes obesos operados durante um ano.

A nova pesquisa, porém, além de ter demonstrado o efeito da cirurgia durante um maior intervalo de tempo, foi feita com mais pacientes: 150 pessoas obesas com dificuldades para controlar o diabetes tipo 2. Trata-se do maior e um dos mais longos estudos já realizados sobre o assunto.

No trabalho, parte dos participantes foi submetida a um tratamento contra o diabetes baseado somente em medicamentos; o restante passou por um entre dois tipos de cirurgia bariátrica: a cirurgia de derivação gástrica, também conhecida como bypass gástrico, ou a gastrectomia vertical.

Todos os participantes foram acompanhados ao longo de três anos. Ao final desse período, 90% dos pacientes submetidos à cirurgia bariátrica conseguiram perder 25% de seu peso corporal e controlar o diabetes sem uso de insulina ou outros medicamentos contra a doença.

“Os dados confirmam que a cirurgia bariátrica mantém sua superioridade sobre os medicamentos para o tratamento do diabetes tipo 2 em pacientes com obesidade severa e também moderada”, diz Philip Schauer, diretor do Instituto Bariátrico e Metabólico da Clínica Cleveland e coordenador do estudo. Segundo os autores, mais pesquisas são necessárias para que a cirurgia bariátrica passe a ser usada na prática clínica como opção de tratamento contra o diabetes tipo 2.

Fonte: Veja

Compartilhe!