Cirurgia bariátrica é a solução para perder peso e curar o diabetes?

1

Pesquisa indica que fazer a cirurgia bariátrica não é garantia de perda de peso nem de reversão do diabetes tipo 2. Gordura pode voltar com o tempo. Entenda as vantagens e desvantagens da técnica.

cirurgia bariatrica e diabetes tipo 2

Aobesidade é um principais fatores de risco para o diabetes tipo 2. Uma porcentagem alta de pessoas acima do peso acaba adquirindo a condição metabólica – alguns estudos apontam que a obesidade aumenta em mais de 7 vezes os riscos de diabetes tipo 2. Por outro lado, perder peso é indicado como um dos “remédios” naturais mais eficazes no combate ao diabetes e no controle da glicemia.

Por isso, a cirurgia bariátrica é muito desejada. Para grande parte dos candidatos ao procedimento, realizar a cirurgia significa perder peso rapidamente – muito mais rápido do que através de qualquer dieta – e melhorar a saúde de um dia para o outro.

Este mito é mantido por diversas reportagens que mostram artistas famosos que passaram pela cirurgia e, como num passe de mágica, perderam dezenas de quilos em poucas semanas. Os apresentadores Fausto Silva, André Marques (foto) e o humorista Leandro Hassum são exemplos.

andre marques diabetes tipo 2

André Marques antes e depois da cirurgia: diabetes causado pelo excesso de peso motivou-o a procurar o procedimento de redução de estômago.

Mas médicos sempre alertaram que cirurgia bariátrica não é milagre. Se o paciente não adaptar seu estilo de vida a novos hábitos, mais saudáveis, aliados à prática de atividades físicas e uma reeducação alimentar severa, o peso vai voltar. Isto é, a pessoa até pode perder muitos quilos nas primeiras semanas após a cirurgia, mas se continuar comendo de maneira errada, de nada adiantará ter um estômago menor.

Agora, um novo estudo científico, realizado em Israel, prova que o procedimento cirúrgico precisa ser acompanhado de reeducação. Pela primeira vez, cientistas acompanharam durante vários anos o progresso de pessoas submetidas à cirurgia bariátrica. E as conclusões são “pé no chão”: nada de milagres – cirurgia só faz efeito se o pós-cirúrgico for bem administrado.

Vídeo, em inglês, mostra através de animações 3D como funciona o método de cirurgia de redução de estômago analisado no estudo.

 

GORDURA VOLTA A APARECER AO LONGO DOS ANOS

O estudo acompanhou a saúde de 450 pessoas que se submeteram à cirurgia, entre 2006 e 2013. Medições de peso, exames de sangue e da saúde geral foram coletados ao longo dos anos.

Os resultados, publicados no início do mês no periódico médico JAMA Surgery, mostram que, apesar de no começo a cirurgia produzir perdas dramáticas de peso e reversão do diabetes tipo 2, ao longo dos anos tais efeitos tendem a desaparecer.

  • No primeiro ano após a cirurgia, os pacientes perderam 77% do peso extra. Porém, após cinco anos, voltaram a ganhar quilinhos, e a perda de peso extra caiu para 56%.
  • Além disso, durante o primeiro ano, o diabetes tipo 2 sumiu na metade dos que passaram pela cirurgia bariátrica. Mas, cinco anos depois, apenas 20% ainda estavam livres do diabetes.
habitos saudaveis praticar esportes com os amigos

Chamar amigos para prática de atividades físicas é uma boa maneira de se ater a hábitos saudáveis de vida.

“No longo prazo, a cirurgia bariátrica não é um milagre para perder peso” ”, disse o cientista Andrei Keidar, um dos autores do trabalho.

O principal motivo para o ganho de peso é que o estômago dilata, o que quer dizer que você poderá comer mais. O apetite volta, então os pacientes comem mais e querem comer mais”, explicou o pesquisador. Com a volta do peso, aumentam as chances do diabetes também retornar.

Segundo os pesquisadores, retirar uma parte do estômago causa grandes modificações no organismo. Por um lado, caberá menos comida no estômago e a pessoa se sentirá saciada mais rapidamente, o que ajuda a perder peso. Porém, por outro lado, a cirurgia afeta a produção e liberação de hormônios que controlam o apetite e as taxas de açúcar no sangue. Se o paciente não começar a se alimentar de maneira saudável, irá sentir muita fome e voltará a engordar.

“Se você não mudar seus hábitos, irá ganhar peso novamente”, disse Andrei.

leandro hassum cirurgia bariatrica

O humorista Leandro Hassum é outro adepto da cirurgia – perda de mais de 30 quilos em algumas semanas.

 

O SEGREDO PARA A CIRURGIA BARIÁTRICA DAR CERTO

Apesar dos resultados do estudo, os pesquisadores não excluem a cirurgia bariátrica como uma boa opção para quem está acima do peso. Segundo eles “os resultados ainda são melhores com a cirurgia do que com programas de dietas e demais tratamentos”.

Calcule online seu Índice de Massa Corporal e descubra seu peso ideal!

 

O que é importante deixar claro é que realizar a cirurgia exige um amplo trabalho pós-cirúrgico, e isto depende muito da boa vontade do operado. É imprescindível seguir algumas orientações (que fazem muito bem para qualquer pessoa, aliás!): comer bem e praticar atividades físicas com regularidade.

Não é à toa que os famosos mencionados acima sempre aparecem em fotos fazendo exercícios e comendo alimentos naturais! Está aí o segredo do “milagre” para a cirurgia bariátrica dar certo de verdade.

 

Compartilhe!
  • Thiago Silva

    Tem um novo produto chamado Endobetix que é a chamada manga intestinal que isola o duodeno e que tem efeito de uma cirurgia bariátrica e seria útil em diabéticos não obesos. Mas ainda parece ter em fase da industria conseguir comercializar o produto. A USP ou Unicamp já fizeram um trabalho com um produto parecido a esse e parece que os resultados foram bons. Vocês poderiam dar uma pesquisada e trazer os detalhes sobre esse produto.