Audiência pública discute a precisão dos glicosímetros

0

Fundamentais para controlar a quantidade de açúcar no sangue, os glicosímetros vêm apresentando grandes variações nos resultados.

glicosimetros-audiencia-publica-sobre-precisao

 

Você já tentou comparar os resultados da sua glicemia em aparelhos medidores diferentes?

Quem possui mais de um glicosímetro em casa pode ficar tentado a realizar esse teste. E o resultado, muitas vezes, pode ser bastante preocupante.

Nos últimos meses, a ADJ Diabetes Brasil tem recebido queixas de pessoas que encontram variações consideráveis entre os resultados da glicemia quando medidos em aparelhos diferentes. Em qual deles se basear? Afinal, corrigir a glicemia é um procedimento sério, que afeta a saúde inteira do corpo, e é necessário haver confiança nos resultados.

Além disso, um teste realizado pela UNICAMP em 2013 chegou a reprovar quatro modelos de glicosímetros, por apresentarem resultados muito longe dos ‘reais’.

Em vista disso, a ADJ e os deputados Gil Lancaster e Marcio Camargo encabeçam a Audiência Pública: A Precisão dos Glicosímetros, na qual discutirão o tema e projetos de lei que visam a padronizar os resultados exibidos pelos aparelhos. A Audiência será aberta ao público e ocorre amanhã, 17 de novembro, às 19h. Confira mais informações sobre o evento a seguir.

 

AGENDA

AUDIÊNCIA PÚBLICA: A PRECISÃO DOS GLICOSÍMETROS

QUANDO: 17/11/16

HORÁRIO: 19h

ONDE: Auditório Teotônio Vilela – Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo. Av. Pedro Álvares Cabral, 201 – Parque Ibirapuera, São Paulo.

 

Divulgação: 

ADJ Diabetes Brasil e Deputados Gil Lancaster e Marcio Camargo realizam Audiência Pública: A Precisão dos Glicosímetros

A ADJ Diabetes Brasil, juntamente com os Deputados Gil Lancaster e Marcio Camargo, promove no dia 17 de novembro, às 19h, a Audiência Pública: A Precisão dos Glicosímetros, que será realizada no auditório Teotônio Vilela, na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo. Nela, estarão presentes, além dos deputados, representante da ANVISA, da ADJ Diabetes Brasil, da Sociedade Brasileira de Diabetes, da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e da Universidade de São Paulo.

O tema é de extrema importância, tendo em vista a existência de mais de 52 modelos de glicosímetros disponíveis no Brasil. A ADJ vem recebendo reclamações de pessoas que, ao compararem os valores das glicoses nos aparelhos, perceberam variações bem elevadas.

O estudo de avaliação dos glicosímetros da UNICAMP, realizado em 2013, na qual a ADJ teve acesso, constata a reprovação de quatro deles, pois as diferenças de resultados encontrados variaram entre 19% a 139%, inviabilizando a utilização em serviços de triagem e conduta clínica. Segundo a American Diabetes Association, os resultados exibidos nos monitores de glicemia capilar – ou seja, dos testes de ponta de dedo – não podem variar mais do que 15%.

“Para que possamos discutir soluções para que os glicosímetros sejam confiáveis, reuniremos representantes das instituições citadas, para que ações sejam analisadas e encaminhadas com o objetivo de as pessoas se sentirem mais seguras e poderem tomar decisões para seu devido controle”, relata Carlos José Augusto da Costa, Presidente da ADJ Diabetes Brasil.

Na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, tramita a PL 106/2016, que determina que os aparelhos de medição de glicemia tenham precisão na aferição da glicemia. Este projeto de lei tem autoria do deputado Gil Lancaster e coautoria do deputado Marcio Camargo.

“Essa audiência pública é de suma importância para que possamos discutir este tema tão fundamental, já que os aparelhos que medem a glicemia podem salvar ou matar a pessoa portadora de diabetes, que esperam nos dados da aferição a veracidade de fato das informações. Foi por este motivo que também apresentamos em conjunto – o deputado Marcio Camargo e eu – o projeto de lei 106/2016, que exige exatidão dos aparelhos glicosímetros na aferição”, disse o deputado Gil Lancaster (DEM), coautor do projeto.

 

Compartilhe!