Viagem Orlando
CIÊNCIA COMO TRATAR DIETAS ESPECIAIS FAMOSOS MÃES & FILHOS POLÍTICA & DINHEIRO RECEITAS
CIÊNCIA COMO TRATAR DIETAS ESPECIAIS FAMOSOS MÃES & FILHOS POLÍTICA & DINHEIRO RECEITAS

Adolescentes e o Diabetes

17/06/2013 - 20:57 da Redação Diabeticool

Como fazer com que adolescentes cuidem direitinho de sua saúde? O Diabetes Sem Medo conta algumas estratégias super efetivas!

Ser um adolescente é muito difícil, mas ser um adolescente com diabetes pode ser brutal, e ser pai de um adolescente com diabetes pode transformá-lo em um caso perdido.

Mesmo que a criança tenha lidado com o diabetes a anos, ele enfrenta novos desafios e tentações quando chega na fase da adolescência. É fácil sair do seu caminho de controle e começar a se rebelar contra o diabetes e os problemas diários que ela acarreta.

Estudos demonstram que adolescentes com diabetes possuem menor pontuação em programas que avaliam a qualidade de vida e são mais propensos em desenvolver depressão do que adolescentes sem diabetes. Como você pode imaginar, a perspectiva de viver o resto de sua vida com uma doença que requer atenção constante pode ser esmagadora. No entanto, um estudo recente sugere que pessoas que participam de um programa psicológico chamado estratégias de enfrentamento podem aumentar suas pontuações nos programas de qualidade de vida e o seu controle do diabetes.

Esse programa envolve “desaprender” maus hábitos de enfrentamento (como comer em excesso ou negar o problema) que as pessoas usam para lidar com situações estressantes. O adolescente aprende novas habilidades para lidar de forma mais saudável e produtiva com as situações de estress. Essas habilidades são ensinadas por profissionais capacitados em 4 a 8 sessões de 90 minutos durante um mês.

Adolescentes que receberam o treinamento de habilidade de enfrentamento, mostraram melhora nas pontuações que medem sua confiança no manejo do diabetes, na qualidade de vida global e reduziram a tendência de desenvolver depressão. Os adolescentes que receberam o treinamento também tiveram menores taxas de glicose no sangue quando comparados com os que não realizaram o treinamento. Converse com o psicólogo(a) da sua equipe de saúde para saber como o seu filho/filha pode fazer o treinamento de habilidade de enfrentamento.

Clique na imagem para ampliá-la.

Clique na imagem para ampliá-la.

 

Compartilhe
Traduzir o Texto EnglishFrenchGermanItalianPortugueseRussianSpanish
Veja Também
curtiu?