A inteligência diabética

3

Remédios para Diabetes Fazem Células Cerebrais Crescerem.

O amplamente utilizado remédio para diabetes metformina vem com um inesperado e atraente efeito colateral: ele encoraja o crescimento de neurônios no cérebro. O estudo publicado na edição de 6 de Julho da revista Cell Stem Cell, uma publicação da Cell Press, também demonstra que estes efeitos neurais da droga tornam camundongos mais espertos.

Continue lendo a matéria aqui!

 

Os cientistas estão extasiados com essa novidade! Descobriu-se um método para fazer com que o número de neurônios no cérebro aumentasse sem que tivessem de ser injetadas as polêmicas células-tronco. De brinde, vem a boa notícia para os diabéticos de que a metformina, o antidiabético mais utilizado no Brasil, possui outros efeitos benéficos além de cuidar da nossa saúde.

Compartilhe!
  • assim sejaNeuza

    Muito interessante o artigo, torçõ para que a metformina ajude em outros setores da saúde tbm

  • Maria Eunice

    Estarrecedor . E mais estarrecedor é a cara de pau de apresentar isso como vantagem.

    Se as células do cérebro crescem onde elas vão se acomodar?

    Ninguém normal precisa desse tipo de estimulo. Então é bem anormal.

    E perigoso. Crescimento celular , aumento de número, esta bem relacionado a tumores. Isso seria um estimulo ao nascimento de
    um tumor.

    O faturamento do diabetes é quase 300 bi por ano. O serviço de vendas pelo jeito não brinca.

    Horror. E o laboratório soltou o remédio e nem avisou como funcionava. Ou não sabia, ou não quis. O medico teve de descobrir o funcionamento. Pode isso?

  • Não se preocupe, Maria Eunice, não é bem por aí.
    Caso leia com atenção a matéria linkada, verá que a descoberta foi a de que a metformina é um potencial modulador de uma via específica de sinalização molecular, a qual está relacionada à proliferação de células neuronais no cérebro. Isso, por si só, NÃO significa que a metformina irá induzir multiplicação celular – obviamente, o processo todo é muito mais complexo e envolve diferentes estímulos celulares em combinação. Todavia, a descoberta é interessantíssima pelo seu potencial terapêutico: em pessoas em que, pelos mais diversos motivos, houve perda de células cerebrais, talvez a metformina (um medicamento comprovadamente seguro) poderá ser utilizada em novos tipos de tratamentos. Até então, acreditava-se que as células-tronco seriam a solução para esses pacientes, mas as pesquisas com elas se mostraram bastante complicadas… Com a metformina, talvez novas curas sejam encontradas com maior facilidade, aumentando a qualidade de vida de milhões de pessoas em todo o mundo. Entendeu? Um abraço para você!