1 sessão bem intensa de exercícios já melhora a saúde de quem está com diabetes

0

20 minutinhos de atividades intensas (como pedalar ou praticar musculação) já podem proteger o coração contra os danos do diabetes, revela nova pesquisa.

treinamento de intervalo intervalado diabetes

 

Sejamos sinceros: todo mundo que convive com o diabetes já está ‘careca’ de ouvir a orientação: “Faça mais atividades físicas! Pratique mais exercícios!“, não é mesmo? O motivo para isso ser tantas vezes repetido pelos médicos e pela imprensa é simples: exercitar-se tem um impacto positivo enorme na saúde. É fato. Entre estes benefícios estão a melhora no controle da glicemia e o fortalecimento do corpo contra alguns dos efeitos do diabetes em nossa saúde.

Mais uma evidência vem comprovar o poder dos exercícios. Cientistas mostraram recentemente que só um pouquinho de musculação ou de pedaladas vigorosas – uma sessão apenas! – já melhora a saúde e pode ajudar a prevenir uma das consequências mais terríveis do diabetes mal controlado.

 

INTENSIDADE ALTÍSSIMA FORTALECE A SAÚDE DO CORAÇÃO

coracao forte diabetes

Está animado para colocar os tênis de exercícios e suar a camisa em uma sessão de musculação? Se não estiver, veja só o que pesquisadores da Faculdade de Saúde e Ciência do Exercício da Universidade de British Columbia (UBC), no Canadá, publicaram na última edição do periódico científico American Journal of Physiology: Heart and Circulatory Physiology.

No estudo, os pesquisadores compararam o que aconteceu com a saúde de grupos de voluntários imediatamente após eles participarem de 01 sessão de treinamento de intervalo. Um dos grupos envolvia pessoas com diabetes tipo 2 e que não estavam acostumadas a se exercitar.

 

O QUE É O TREINAMENTO DE INTERVALO, OU TREINAMENTO INTERVALADO?

Neste estudo, os pesquisadores avaliaram os efeitos do treinamento intervalado na saúde de pessoas com diabetes. Mas o que seria isso? “São treinamentos que incluem exercícios físicos de alta intensidade intercalados com momentos de pausa ou de baixa intensidade”, explica Lucio Muramatsu, co-fundador da LEANLIFE, empresa que desenvolve treinamentos personalizados de musculação.

corredor diabetes

Praticar exercícios físicos (sejam eles de alta intensidade ou não) sempre ajudou pessoas com diabetes a melhorarem a saúde.

“Os treinamentos intervalados são interessantes porque a pessoa trabalha em uma alta intensidade, recrutando fibras musculares que não seriam normalmente recrutadas, estimulando unidades motoras que não seriam utilizadas em baixa intensidade. Isso aumenta o consumo de oxigênio após o exercício, e, portanto, aumenta também a queima de gordura”, conta Lucio. “Por isso, o treinamento intervalado é indicado também para o emagrecimento“.

 

Dois tipos de treino de intervalo foram testados. Um foi feito em bicicleta ergométrica – e que incluía pedaladas fortes e intensas! -, o outro envolvia atividades de musculação nas pernas. Ambos duraram cerca de 20 minutos apenas.

Após esse curto período de exercícios, as pessoas que estavam com diabetes mostraram uma melhora considerável no funcionamento dos vasos sanguíneos. Isso é importantíssimo, pois problemas cardiovasculares são alguns dos maiores inimigos de quem convive há muitos anos com o diabetes. É um número triste, mas estima-se que 70% das pessoas com diabetes tipo 2 vêm a falecer devido a complicações cardiovasculares.

“Pessoas com diabetes tipo 2 têm 4 vezes mais chances de desenvolver doenças cardiovasculares do que não-diabéticos”, afirma o pesquisador Jonathan Little, da UBC, e principal autor do estudo. “Depois que apenas uma sessão de exercícios terminou, constatamos melhora no funcionamento dos vasos sanguíneos, o que é um indicador da saúde do coração e dos riscos de ataques cardíacos”.

 

MAS EU NÃO TENHO TEMPO PARA PRATICAR EXERCÍCIOS FÍSICOS!

velhinhas exercicio fisico diabetes

 

Se você é daquelas pessoas extremamente atarefadas e quem não conseguem encaixar na agenda um período para praticar exercícios, então esse estudo lhe cai como uma luva!

Afinal, o treino proposto pelos pesquisadores – curto e de alta intensidade – é perfeito para quem tem a agenda corrida. Ao invés de despender algumas horas em um esporte coletivo ou vários minutos caminhando, este tipo de treino foca na intensidade como promotora da boa saúde. Você passa pouco tempo se exercitando, mas com tamanha intensidade que o esforço compensa o tempo menor.

Além disso, estudos mostraram que é muito mais fácil se acostumar a praticar, com frequência, treinos de alta intensidade do que criar o hábito de praticar métodos mais ‘tradicionais’ de exercício.

Agora, sabendo dos benefícios dos treinos de intervalo para quem está com diabetes, eles podem se tornar aquele motivo que faltava para fazer todo mundo suar um pouquinho a mais – e ganhar muitos anos de vida com isso!

 

Resistance-based interval exercise acutely improves endothelial function in type 2 diabetes

Monique E. Francois, Cody Durrer, Kevin J. Pistawka, Frank A. Halperin, Jonathan P. Little

American Journal of Physiology – Heart and Circulatory Physiology Published 1 November 2016 Vol. 311 no. 5, H1258-H1267 DOI: 10.1152/ajpheart.00398.2016

 

Compartilhe!